Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado na manhã do dia 12, quinta-feira, em uma área de mata fechada no bairro Bonfim, no distrito de Mosqueiro. O caso colocou fim na angústia de familiares que buscavam pelo corpo de um homem, identificado pela Guarda Municipal apenas como Lohan, desaparecido há quase uma semana.

O inspetor Pedro, da Guarda Municipal, relata que o momento do assassinato da vítima foi registrado em vídeo que circula nas redes sociais desde a última sexta-feira, 6 de julho, quando o crime ocorreu. Uma busca que envolveu cerca de 25 pessoas foi realizada pela Guarda Municipal, Bombeiros e Polícia Militar, na terça-feira, 10, mas a vítima não foi encontrada.

“A mata é muito extensa e não encontramos. A família acompanha as buscas desde o primeiro dia. Hoje pessoas que trabalham apanhando açaí sentiram um odor e ligaram pra PM indicando o local. Ao chegarmos, constatamos que tinha um corpo nessa área de mata bem fechada”, detalhou.

Um dos envolvidos, identificado no vídeo como um dos agressores por conta de uma tatuagem no braço, foi preso e chegou a relatar que teria sido obrigado a praticar o ato. O acusado, que não teve o nome revelado, era foragido do sistema penitenciário. Os outros criminosos que participaram da agressão continuam foragidos.

O corpo foi removido na tarde de hoje pelo Instituto Médico Legal (IML).

Matéria originalmente publicada na Portal ORM.

Corpo de homem que aparece em vídeo sendo esfaqueado é encontrado