Desfile de misses,  dança folclórica,  quadrilha maluca,  mingau de milho,  canjica, pipoca e muito carinho e animação. Foram esses os ingredientes da festa junina de encerramento das atividades do projeto social “Anjos da Guarda”, mantido pela Guarda Municipal de Belém (GMB), na tarde de quinta-feira, 28, na sede do projeto, no bairro do Tapanã.

A participação das famílias das crianças e os jovens participantes do projeto foi fundamental. Márcia Corrêa, 37, mãe de Daniela Corrêa, 12, fez questão de acompanhar a filha e ajudar na produção do evento. “O projeto é  maravilhoso e fiquei feliz de ter conseguido a vaga para Daniela esse ano. A minha filha mais velha fazia parte do projeto e saiu no final do ano passado por ter completado idade máxima. As crianças aprendem com o reforço escolar e ainda conseguem fazer uma atividade física”, disse.

Há seis meses na coordenação do projeto, a inspetora Daniele Cardias fez um balanço positivo das atividades desenvolvidas no período. “Nossa equipe conseguiu atingir a meta, fizemos uma grande integração entre o projeto, as crianças e a comunidade”, falou.

Segundo Daniele, o projeto conseguiu realizar, além  das atividades previstas,  uma parceria com a EcoCelpa, projeto que contribui com a preservação do meio ambiente e oferece descontos na conta de energia por meio da coleta de resíduos recicláveis. “O tema que trabalhamos nesse semestre foi o meio ambiente, conseguimos construir uma horta, pesquisar e nomear as árvores, economizar água, energia e, o mais importante, o nosso espaço oferece para a comunidade a oportunidade de também contribuir com o meio  ambiente através  da coleta seletiva”, destacou.

“Aqui, o posto funciona desde maio. É o primeiro posto do bairro de coleta seletiva onde a comunidade é beneficiada com desconto  na conta de energia. Só  no primeiro dia de coleta atingimos o recorde de arrecadação  para um dia, mais de meia tonelada”, informou a inspetora.

O Projeto – “Anjos da Guarda” é um projeto da Prefeitura Municipal de Belém mantido pela GMB, que atende crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social. As atividades são destinadas ao público na faixa etária dos 7 aos 16 anos. Um efetivo de 14 guardas municipais atuam como instrutores.

Serviço:

Interessados em vagas para o segundo semestre de 2018 devem procurar a sede do projeto, a partir do dia 9 de julho,  na rua Tamandaré, 437, entre Álvaro Veloso e Uberaba, no Tapanã, no horário de 8h às 16h. Serão disponibilizadas 56 vagas.

Matéria originalmente publicada na Agência Belém.

Projeto “Anjos da Guarda” encerra primeiro semestre com festa junina