Prefeitura intensifica ações de fiscalização para conter avanço da Covid-19

Prefeitura intensifica ações de fiscalização para conter avanço da Covid-19

Após a publicação do Decreto Estadual, que altera o bandeiramento da cor laranja – risco médio – para vermelho – alto risco de contaminação pelo novo coronavírus na Região Metropolitana, equipes da Prefeitura de Belém estarão nas ruas, a partir desta quarta-feira, 03, para garantir o cumprimento das novas medidas quem visam frear o avanço da covid-19 na capital, restringindo a circulação de pessoas.

A força-tarefa será comandada pela Guarda Municipal de Belém (GMB) e envolve também agentes da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), Defesa Civil e das Secrerarias Municipais de Economia (Secon), de Esporte Juventude e Lazer (Sejel), de Urbanismo (Seurb) e de Saúde (Sesma). De acordo com o inspetor geral da GMB, Joel Ribeiro, eles irão atuar em três áreas principais: praças, logradouros públicos e orlas; feiras e mercados; e em coletivos. O ponto de partida dessa ação é o bairro São Brás, onde as equipes estarão reunidas, a partir das 17h desta quarta-feira.

Ônibus – A titular da Semob, Ana Valéria, explica que para diminuir os riscos de contágio dentro dos ônibus, nos próximos 7 dias, a Superintendência vai trabalhar com o reforço de frota para conseguir atender o estabelecimento do horário do toque de recolher, instituido das 22h às 05h. Ana Valéria explica ainda que as medidas de enfrentamento à covid também serão garantidas nos teminais, abrigos e estações de passageiros.

Já a Secon, em parceria com a Seurb, ficou responsável por criar e implementar um novo protocolo sanitário em feiras, mercados e comércio informal da capital. “Todos os feirantes vão ter que utilizar máscaras, disponibilizar álcool em gel para o uso próprio e para uso dos clientes. Também será obrigatório a utilização de máscaras para entrar nos logradouros públicos de comercialização da prefeitura”, destaca o secretário municipal de Economia, Apolônio Brasileiro.

Além disso, a Sejel e a Defesa Civil irão monitorar as praças públicas e quadras no município. “A princípio, por 7 dias, vamos deixar as quadras fechadas e fazer uma fiscalização maior nas praças públicas, porque há um leque muito grande de pessoas circulando”, informou a coordenadora de lazer da Sejel, Etienne Abreu.

Orientação – Além de trabalhar na retaguarda de pessoas já adoecidas, a Secretaria Municipal de Saúde também atuará em conjunto com as outras secretarias nesta frente de trabalho. “Nós vamos trabalhar na parte educativa, nas ações de orientação e contenção do vírus”, explicou a diretora de regulação da Sesma, Regina Hilda.

Texto:
Juliana Brito