Prefeitura faz balanço positivo do início da operação Belém Segura

Prefeitura faz balanço positivo do início da operação Belém Segura

Mais de 40 agentes da Guarda Municipal de Belém (GMB) e da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) deram início, terça-feira, 09/04, à operação Belém Segura, com objetivo de reduzir crimes e aumentar a sensação de segurança no município. A operação marca um novo modelo de atuação de segurança pública da Prefeitura de Belém.

O objetivo é percorrer diversos bairros em dias e horários diversificados. “Esta operação não tem limites de bairros. Iremos percorrer todos os locais da cidade, incluindo os distritos. Temos nossa programação já montada, com intuito de retirar armas e drogas de circulação, assim como capturar fugitivos do sistema prisional ou pessoas que estejam praticando delito”, explicou Roberto Campos, inspetor responsável pela operação.

No primeiro dia da operação, os agentes de segurança do município fizeram incursões no Complexo do Ver-o-Peso, no Portal da Amazônia e em vias e praças dos bairros da Cidade Velha, da Condor, da Cremação e do Jurunas.

“Avaliamos como positivo este primeiro dia. Um suspeito foi conduzido para verificação, pois, apesar de estar em (liberdade) condicional, não fazia uso da tornozeleira de monitoramento eletrônico. Outro suspeito de ter roubado um celular foi conduzido para a seccional do Comércio”, numerou o inspetor, acrescentando que aproximadamente 100 pessoas foram abordadas para verificação.

Ônibus, vans, veículos particulares e motociclistas foram parados para verificação de documentação.

Dona de um comércio de variedades no bairro da Condor, Nazaré Conceição Silva, 61, se sentiu mais segura com a presença da Guarda Municipal e aprovou a operação. “Temos essa necessidade de segurança e, por isso, eu acho muito importante esse tipo de ação. Além de garantir a segurança, também retira de circulação armas e drogas que contribuem para agravar a violência“, disse.

“Esta operação vem para intensificar as ações que a Guarda Municipal e a Semob já realizam de forma integrada. Os agentes da Semob participam verificando a documentação dos veículos, situações de obstrução ou irregularidade de estacionamento nas vias, efetuando as notificações previstas no Código de Trânsito”, informou Marcos Chagas, diretor de trânsito da Semob.

Nas abordagens, foi identificado que um carro particular estava circulando com placa exclusiva de táxi. Com a ausência do documento (CRLV) e atraso de licenciamento, o veículo foi recolhido para o pátio da Semob, onde permanecerá até a regularização.

Matéria originalmente publicada na Agência Belém.