“Anjos da Guarda” doa cestas básicas às crianças e adolescentes do projeto

“Anjos da Guarda” doa cestas básicas às crianças e adolescentes do projeto

Cinquenta cestas básicas foram distribuídas na manhã desta sexta-feira, 8, às famílias das crianças e adolescentes que fazem parte do projeto social “Anjos da Guarda”, mantido pela Guarda Municipal de Belém. Os alimentos foram doados pelo Tribunal Regional do Trabalhos (TRT) da 8ª Região – Pará e Amapá, para amenizar as dificuldades econômicas pelas quais passam algumas famílias dos assistidos.

Liliane Oliveira Barbosa, de 31 anos, dona de casa e mãe de uma criança de 12 anos e de uma adolescente de 14 anos, conta que a pandemia da covid-19 impactou muito a vida da sua família, deixando seus filhos sem alimentação, considerando que recebiam, pelo menos, duas refeições quando estavam em atividade no projeto.

“Nós sobrevivemos com a ajuda dos nossos parentes ou com um serviço temporário, com uma coisa aqui ou ali e também com a doação ofertada pelo projeto. Eu estou muito feliz com essa ajuda, com essa cesta, que vai garantir o alimento da minha família”, disse.

Selecionados pelos próprios guardas municipais que compõem o quadro docente do projeto, que conhecem a realidade de cada família, os agraciados precisavam se encaixar em critérios pré-estabelecidos como, por exemplo, os que não receberam auxílio e que os responsáveis pelo lar estejam desempregados.

“Sabemos da dificuldade de todas as 173 crianças e adolescentes que fazem parte do projeto. Procuramos aquelas famílias que ainda não foram contempladas com auxílio, cesta básica ou qualquer outra ajuda institucional”, explicou o subinspetor Geral, Sindeval Bittencourt.

Ele diz ainda que “o importante, neste momento de pandemia, é que o alimento recebido faça a diferença na mesa desta família. Além disso, é uma forma de estarmos mais próximos deles, visto que as atividades ainda estão paradas e o projeto passa por mudanças de estruturação”.

As cestas básicas doadas fazem parte da campanha realizada pelo TRT da 8ª Região – PA e AP, por meio da Comissão de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, que há dois anos conta com a parceria da Guarda Municipal Belém.

Projeto — Criado em 2007, no bairro do Tapanã, o “Anjos da Guarda” atende crianças e adolescentes na faixa etária de 7 aos 16 anos, que estão em situação de vulnerabilidade social. O atendimento é gratuito e funciona nos períodos da manhã e da tarde, sempre no contra turno escolar. Para participar, o pré-requisito é a frequência na escola.

As atividades são desenvolvidas por guardas voluntários e estagiários, capacitados, que promovem ações educativas para ocupar o tempo ocioso das crianças e jovens, com atividades que contribuam no desenvolvimento social, cultural e esportivo.

Texto:

Thais Veiga