No dia 05 de agosto o Brasil entra para a história das Olimpíadas como o primeiro país sul-americano a sediar uma edição dos Jogos Olímpicos, e Belém está entre as mais de 300 cidades que recebem a Tocha Olímpica. Na próxima quarta-feira, 15, as principais vias da cidade serão parte do trajeto de revezamento da Tocha, que vai sair às 12h do Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão), com destino ao Portal da Amazônia.

Diversas reuniões foram realizadas para definir as ações do dia 15, inclusive uma simulação do percurso envolvendo os órgãos de segurança da esfera municipal, estadual e federal. Durante os encontros foram identificados os pontos críticos do percurso e definido o esquema de orientação e segurança dos condutores, além de todo o planejamento para assegurar o sucesso do evento.

Há um ano, a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel), está cuidando da logística para receber a Tocha Olímpica na capital. O trabalho envolveu a escolha do percurso, contemplando os pontos turísticos, orientação sobre a inscrição dos condutores, planejamento do revezamento e mobilização de órgãos públicos para apoio ao evento, respectivamente.

“Este evento é um presente para os 400 anos de Belém, e junto com a União e o Governo do Estado, a Prefeitura de Belém montou um planejamento para que o evento ocorra de forma segura e a população sinta a emoção e o verdadeiro espírito olímpico. Por isso, convidamos a população a participar deste momento importante, especialmente para o esporte”, declarou o titular da Sejel, Deivison Alves.

Organização

A missão de conduzir o trânsito e reordená-lo será garantida pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), que já preparou os agentes envolvidos na ação. “Eles passaram por um curso de um mês, com técnicas de abordagem, condução de autoridades e tudo o que envolva o apoio durante um percurso”, detalhou o diretor da Semob, Marcos Chagas.

Cerca de 40 agentes em motos e viaturas vão conduzir e ordenar o trânsito durante a passagem do comboio no revezamento, incluindo 20 agentes em pontos fixos, 12 fiscais de transporte, responsáveis por realizar o desvio da rota dos ônibus e 50 apoiadores, garantindo a segurança de pedestres ao longo do trajeto. No portal, o trânsito será interdito a partir das 14h.

“Esta é uma missão de extrema responsabilidade que estamos assumindo, por isso, todas as pessoas envolvidas estão preparadas para garantir fluidez durante o trajeto, garantindo o percurso dentro do tempo estimado. A gente precisa contar também, com a conscientização das pessoas, para que elas não estacionem seus veículos ao longo do trajeto”, ressaltou Chagas.

A ação conta com uma força integrada dos representantes da Sejel, Semob, Guarda Municipal de Belém, Secretaria de Segurança Pública Estadual, Forças Armadas, Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito e polícias rodoviárias Estadual e Federal.

Participação

O revezamento da Tocha Olímpica nas cidades Brasileiras tem o objetivo de difundir a prática esportiva e promover o envolvimento de pessoas com os Jogos Olímpicos, além de deixar um legado de inspiração para as futuras gerações. O símbolo está percorrendo 327 cidades por todo o Brasil, em um total aproximado de 20 mil km, com quase 15.000 condutores. Os jogos acontecem no período de 05 a 21 de agosto, no Rio de Janeiro, onde será acesa a pira olímpica.

Ao todo, em Belém, 162 pessoas, entre atletas, ex-atletas e membros da sociedade foram selecionados pelo Comitê Organizador dos Jogos e patrocinadores oficiais, para carregar o fogo olímpico durante o revezamento. Cada um irá percorrer 200m do percurso, nos 32 km do trajeto, que começa no Estádio Olímpico do Pará e termina no Portal da Amazônia.

Entre os selecionados está Suzete Montalvão, ex-atleta que em 1976, competiu pela primeira vez e foi campeã Sul-Americana, sendo até hoje a única corredora do Pará a disputar uma Olimpíada. “Para mim, ser escolhida representa, primeiramente, um reconhecimento da população e da sociedade com o meu trabalho. De alguma forma quando eu estiver conduzindo a tocha vai ser como se eu estivesse trazendo comigo todas as pessoas da nossa cidade”, acredita.

Assim como Montalvão, a universitária Tainá Cavalcante, de 20 anos, terá a missão de conduzir a Tocha Olímpiica. Ela foi selecionada por um dos patrocinadores por ser considerada uma “Jovem Inovadora”, um dos critério deste ano. “Eles não queriam apenas pessoas do esporte, queriam pessoas que fizessem mais pelo mundo, e foi assim que fui escolhida”, explicou a jovem.

Ainda de acordo com Tainá, aceitar o convite, no início gerou certo receio, mas depois ela viu que ia além do esporte. “Este é um evento mundial e eu estarei representando milhares de pessoas. Fui reconhecida por fazer o bem ao próximo, por olhar com amor a todas as pessoas e por querer estar perto delas, independente de classe social, gênero ou religião. Então, essa escolha como uma das condutoras deixa um recado incrível na minha vida, o de que é a força do “Vai, continua fazendo, tá dando certo”, enfatizou.

A festa de celebração do símbolo Olímpico em Belém começará às 16h do dia 15, no Portal da Amazônia, com atrações locais como o Grupo Folclórico Trilhas da Amazônia, Banda AR15 e Jorginho Gomes e Banda.

Conheça o percurso do revezamento

A saída do revezamento do símbolo olímpico está prevista para as 12h do Mangueirão (Portão B1). Vai seguir pelas avenidas Augusto Montenegro, Almirante Barroso, Dr. Freitas, Senador Lemos, Júlio Cézar, Brigadeiro Protásio e Duque de Caxias, onde haverá uma parada técnica no Santuário de Fátima. A partir de lá, o revezamento segue pela Travessa Antônio Barreto, passando pelas avenidas Visconde de Sousa Franco (Doca) e Pedro Álvares Cabral, retornando para a Doca onde haverá uma parada de 17 minutos em frente ao Shopping Boulevard.

Ao se deslocar do shopping, a Tocha Olímpica será conduzida pela Rua Boaventura da Silva e avenidas Generalíssimo Deodoro e Nazaré. Ao final do percurso, os revezamentos serão realizados nas avenidas Magalhães Barata, José Bonifácio, José Malcher, Assis de Vasconcelos, Presidente Vargas, Rua Osvaldo Cruz, Avenida Assis de Vasconcelos, Marechal Hermes, Boulevard Castilho França, Avenida Portugal, Praça Dom Pedro II, Rua do Aveiro, Rua Padre Champagnat, Rua Dr. Assis e Rua do Arsenal até o Portal da Amazônia, com previsão de chegada às 19h.

Texto: Karla Pereira
Foto: Oswaldo Forte
Coordenadoria de Comunicação Social (COMUS)

Belém pronta para entrar para a história dos Jogos Olímpicos no Brasil – 13/06/2016