Mais 15 agentes da Guarda Municipal de Belém (GMB) concluíram no dia 07/02 (sexta-feira) o curso de porte de arma funcional. A qualificação, que começou no início desde mês fevereiro, foi ministrada por instrutores da própria instituição, com carga horária de 40 horas, divididas em duas partes, teórica e prática, cumprindo assim, as exigências do Estatuto do Desarmamento.

Os conteúdos teóricos, voltados para técnicas de abordagem, manuseio de armas, gerenciamento de crise e distúrbios, foram ministrados nos dias 3, 4, 5 e 6 deste mês, na sede da GMB, no bairro do Umarizal, e, o treinamento prático de tiro, foi realizado nesta sexta-feira, 7, no clube Treptow de Tiro Esportivo, na Sacramenta.

“Nesta sexta-feira, os agentes cumpriram a última etapa do treinamento para que possam fazer o uso de arma de fogo, antes disso, eles fizeram os testes psicológicos”, informou Almir Ferreira, inspetor geral da Guarda Municipal de Belém.

Ferramenta – Almir também afirma que a arma de fogo é uma ferramenta indispensável para a segurança do agente e dos munícipes. “Somos uma guarda armada desde a sua criação, em 1991, mas somente na atual gestão, que conseguimos adquirir o porte de arma para todos os servidores concursados. Temos 87% do efetivo com porte de arma, e até o mês de junho, estaremos com todos os guardas qualificados e habilitados”, detalhou o inspetor.

O guarda municipal, Gean Gonçalves, que atua há 9 anos no operacional da GMB, se sente feliz por ter se qualificado e conseguido o porte de arma funcional. “Agora preciso ter uma responsabilidade dobrada, autocontrole e discernimento para saber quando ela realmente pode ser usada. É um instrumento de trabalho necessário, tanto para a minha própria defesa, quanto para a defesa de terceiros”, disse Gean Tavares.

Texto: Thais Veiga
Guarda Municipal promove mais um curso de porte de arma funcional