dscn2814

O projeto “Anjos da Guarda” retomou as suas atividades na manhã desta quarta-feira, 20. O projeto desenvolvido pela Prefeitura de Belém, por meio da Guarda Municipal (GMB), oferece atividades pedagógicas, esportivas, musicais e sociais para crianças e adolescentes, entre 7 e 16 anos, que estejam ou não em situação de vulnerabilidade social.

Toda a programação do projeto é gratuita e é realizada na sede do projeto Anjos da Guarda, no bairro do Tapanã, de segunda a quinta-feira. As crianças são divididas por idade, no contraturno escolar, e elas recebem alimentação durante as atividades.

A rotina de trabalho consiste em atividades esportivas e pedagógicas e atende a 200 crianças e adolescentes, oferecendo aula de ordem unida e atividades recreativas na quadra, como vôlei, futebol, boxe e judô. “Na parte educacional entra o reforço escolar com as disciplinas português e matemática, aula sobre educação ambiental, além de lazer com passeios e excursões”, explica a coordenadora do projeto, Daniele Cardias.

“Hoje contamos com dez servidores guardas, altamente capacitados nas atividades que são desenvolvidas por eles, além de dois estagiários de serviço social, um professor de matemática, uma professora de português, um orientador de meio ambiente e uma cozinheira”, complementou Daniele.

dscn2829

 

Projeto – Para participar do projeto, é necessário estar matriculado na rede de ensino. É o caso da pequena Suzy Silva Leal, de 8 anos, que elogiou as atividades que são desenvolvidas no Anjos da Guarda . “Eu e meus irmãos estamos aqui há um ano. No meu primeiro dia fiquei tímida, mas agora sou outra criança, adoro fazer amizades, também gosto de cantar e de fazer atividades esportivas”, contou a menina.

Para o Inspetor Geral da GMB, Almir Ferreira, o projeto busca orientar crianças e adolescentes. “Nosso trabalho é exemplar e buscamos transformar a vida de cada um. É um envolvimento emocional muito forte e isso

nos orgulha bastante. Trabalhar com crianças e adolescente é de extrema responsabilidade, visto que cada um traz consigo as coisas que vivenciam fora”, disse o inspetor.

“Nosso compromisso é trabalhar as questões de valores humanos, buscando sempre a visão ampla e humanizada. Assim, temos certeza que estamos salvando muitas vidas, pois já tivemos adolescente indo pelo caminho errado das drogas e da criminalidade e os conseguimos resgatar”, destacou.

Texto: Thais Veiga
Projeto Anjos da Guarda retoma atividades em mais um ano letivo