Cerca de 240 crianças participaram, na manhã desta terça-feira, 3, das atividades de abertura da edição 2018 do projeto “Anjos da Guarda”, idealizado pela Prefeitura de Belém, por meio da Guarda Municipal. As atividades ocorrem na sede do projeto, no bairro do Tapanã.

Este ano, o projeto passa a atender 240 crianças e adolescentes na faixa etária de 7 a 16 anos. Em 2017, foram disponibilizadas 120 vagas, o que representa uma ampliação de 100% no atendimento. O projeto promove ações educativas, para ocupar o tempo ocioso das crianças e jovens com atividades que contribuam no desenvolvimento social, cultural e esportivo.

Participante do programa há um ano, a estudante Kamilly Belém, 15, já sabe o que quer para o futuro. “Eu amo vir para as aulas. Aqui eu aprendi a acreditar que nossos sonhos são possíveis. Quero seguir o meu, que é ser guarda municipal”, revelou.

Para Antônio Rodrigues, o aprendizado tem sido grande. “Desde que comecei a vir para o ‘Anjos’, eu aprendi a ter mais responsabilidade e a não ter preguiça de fazer as coisas”, contou o estudante de 14 anos.

São oferecidas aulas de reforço escolar, redação, educação ambiental, ética e cidadania, além da prática de esportes como vôlei, futebol, artes marciais e dança. As atividades são realizadas no contra turno escolar, para complementar o ensino regular. O “Anjos da Guarda” segue com as atividades até o mês de dezembro.

Para o guarda municipal e instrutor de música Wilson Lins, a existência do projeto contribui para inserir novas perspectivas de futuro na vida dos alunos e retirar essas crianças das ruas. “Temos alunos que hoje são dentistas, empresários, militares. Outros estão jogando no Remo ou no Paysandu. Costumo dizer que nós semeamos sonhos, por isso é tão gratificante ver que nosso esforço dá resultado”, disse, emocionado.

De acordo com a coordenadora do projeto, Danielle Borges, o objetivo é socializar as crianças e ocupar de maneira positiva o seu tempo, de forma que eles tenham noções de ética e cidadania, e evitar que sejam aliciados para o crime. “São crianças que terão mais orientação, mais oportunidades, possibilitando que sejam cidadãos dignos, trabalhadores, e que venham a ser produtivos para a nossa sociedade”, explicou.

Serviço – Interessados em vagas para as turmas de 2018 devem procurar a sede do projeto “Anjos da Guarda” na rua Tamandaré, 437, entre as ruas Álvaro Veloso e Uberaba, no Tapanã.

Matéria originalmente publicada na Agência Belém.

Projeto “Anjos da Guarda” inicia 2018 com ampliação em 100% das vagas